Dica de Livro/Site: O Velho Sábio da Estação de Trem

capa_face

Se você curte textos reflexivos envoltos em uma história de descobrimento, superação e despertar, eis uma dica:

O Velho Sábio da Estação de Trem

A história narra a trajetória de um rapaz, em plena decadência, que no auge do desespero encontra um ser enigmático numa estação de trem, um velho sábio. O diálogo entre eles naquela noite, revela conceitos e reflexões que podem ser usadas no dia a dia, contornando situações e convidando-nos à rever posições e modos de agir.

O Lançamento está previsto para Dezembro deste ano, porém, na Página Oficial do Velho Sábio no Facebook, você já pode acompanhar trechos e citações do livro, como essas:


Clique aqui para curtir a Página e receber informações sobre o lançamento do Livro!
Boa Leitura!

 

 

Em tempos de crise, CRIE!

Recentemente, tenho me deparado com alguns empreendedores, e parece que existe um discurso ensaiado e plenamente afinado entre eles:

CRISE!Não Se arrisca durante a crise!

São empresários que possuem empresas promissoras, produtos bem colocados no mercado.

Outros, tem uma ideia ainda não consolidada e em fase de desenvolvimento.

Mesmo assim, a temática da “crise” sempre está em primeiro plano e é usada como desculpa para não inovar, não arriscar, não desafiar as perspectivas negativas do mercado.

Concordo que nesses tempos arriscar capital ou investimento alto é perigoso, porém, existem outras maneiras!

Em tempos de crise, CRIE!

Existe uma velha história contada em salas de reuniões entre empresários:

Uma gigante fábrica de sapatos convocou dois dos seus melhores executivos de vendas e novos negócios para uma viajem à África.

A intenção era expandir os negócios. Para tanto, a empresa queria a opinião dos seus consultores.

Os dois executivos passaram uns dias lá. E, ao retornarem, cada qual deu seu relatório.

O primeiro descreveu a seguinte situação:

“Os costumes delá são estranhos. Todos andam descalços! Ninguém usa sapatos! É extremamente recomendável NÃO investir lá!”

Já o segundo, relatou o seguinte:

“Eles não usam sapatos! Desconhecem o calçado! Excelente oportunidade de negócio!”

O cenário de crise está instaurado, isso é evidente. Mas seria a crise uma barreira, ou uma oportunidade?

O empreendedor moderno tem que criar em meio as dificuldades.

Uma boa oportunidade é a diversificação.

Encontrar um meio termo que se encaixe.

No caso da fábrica de sapatos, o ambiente era de extremos.

Ninguém usava sapatos.

Investir ou não?

A saída foi investir em sandálias.

Um meio termo.

Os habitantes se sentiam confortáveis como se estivessem descalços e, ao mesmo tempo, protegiam os pés como se estivessem com sapatos.

A empresa inovou, diversificou, e encontrou um meio termo.

Muitas empresas perdem mercado insistindo em um modelo engessado, num produto que não tem mais espaço, numa filosofia empreendedora ultrapassada.

A gestão do empreendimento é absolutamente mutável!

Sim, existem princípios e métodos intocáveis, porém, dadoo cenário atual, quem não se adaptar, não resiste!

E se adaptar é ter criatividade. Ousar para se manter ativo.

Trazendo este exemplo para a nossa realidade podemos adaptar o conceito criativo implicito e desenvolver soluções em meio à crise.

Pergunte-se:

O que posso fazer de diferente para manter ou atrair novos clientes?

O que está dando certo até agora, eu vou manter. O que está errado, eu devo mudar!

Seja flexível!

Construa um tipo de negócio adaptável.

Avalie seus serviços, seu produto, sua maneira de atendimento, de entrega e execução dos prazos.

Em algum ponto você poderá melhorar e inovar.

Marketing de Conteúdo: Gerando conteúdo para gerar negócios

A comunicação digital é cada dia mais importante para os negócios e para as empresas.

Não se trata apenas de tecnologia, mas sim de uma mudança significativa no comportamento do consumidor.

As pessoas utilizam cada vez mais a Internet como meio de comunicação, relacionamento, entretenimento, busca e pesquisa de oportunidades.

É por isso que para que sua ideia enquanto empreendedor se solidifique, sua empresa tem que estar onde seu cliente está.

Você deve ser encontrado por aqueles que buscam seus serviços.

Para consolidar um resultado satisfatório, é necessário traçar uma estratégia de marketing eficiente.

Uma das estratégias mais eficazes é o Marketing de Conteúdo.

 

Consiste no conjunto de ações de marketing digital que visam produzir e divulgar conteúdo útil e relevante na Internet para atrair a atenção e conquistar o consumidor final.

Além de apresentar seus serviços e sua ideia, seu site, ou blog, precisa ter conteúdo relevante!

É através disso que seus clientes são atraídos para o seu site, pois as ferramentas de busca varrem este conteúdo e o exibem.

O marketing de conteúdo envolve diversas técnicas e ações, como a correta concepção do site, a otimização do site para ferramentas de busca (SEO), a construção de um blog onde as atualizações sejam constantes para indexação, páginas nas redes sociais com conteúdo correlatos para gerar engajamento, entre inúmeras outras.

São linguagens diferentes, porém giram em torno do mesmo ponto: o marketing de conteúdo.

Basicamente, funciona da seguinte forma:

Site -> Blog -> Redes Sociais -> Site

Site: é onde você apresenta seus produtos, serviços e portifolio. Ele tem um conteúdo mais institucional, porém dando ênfase ao seu ramo de ação.

Blog: é um espaço onde você trata de assuntos pertinentes ao seu universo de atuação. Publicações relativas ao interesse do seu público alvo.

Redes Sociais: é onde sua marca/ produto encontra seus clientes, interage com eles, que são direcionados ao seu site, para conhecer os seus serviços.

Note que é um ciclo. Cada qual com uma maneira de apresentar conteúdo, no entanto, todos “linkados” entre si.

Portanto, ao planejar a sua colocação na internet, tenha em mente o conteúdo.

• Quem é o seu cliente?

• O que se pretende dele?

• Que informação o cliente busca?

• O que posso oferecer como conteúdo?

Defina seu público-alvo, de forma clara e específica

Pense quem é o seu consumidor. Aquele que de fato precisa e dá valor ao seu produto. O seu cliente ideal.

Planeje o conteúdo que você pode produzir para este seu consumidor.Pense no que o seu consumidor busca na Internet antes de decidir a compra.

Não produza conteúdo para você ou sua empresa.  Produza conteúdo para atrair o seu cliente.

Não pense em produtos, pense em informações.

Pense como o seu cliente pensaria quando procura um produto ou serviço fornecido por uma empresa como a sua.

A comunicação Multidisciplinar se faz presente neste ponto, pois você terá de usar diversas formas de se apresentar a fim de alcançar seu cliente.

Conteúdo relevante gera interesse.

Interesse, gera oportunidade.

Oportunidade gera negócios.

Planeje bem, comunique-se melhor ainda!

 

Artigo publicado na nossa Coluna Semanal no Portal Negócios & Carreiras

Empreendedorismo Colaborativo: A tendência para fujir da crise

Quando se fala em empreender, logo vem à mente as dificuldades, a burocracia, o sacrifício inevitável, e certamente todos os obstáculos no caminho.

Empreender é sobretudo passar por cima, superar-se, ainda mais em meio a crise e falta de incentivo.

Porém, de uns tempos pra cá, tem surgido uma nova modalidade de empreendedorismo. Uma nova ramificação que tem se consolidado como solução viável e potente diante de um cenário desfavorável descrito nesses últimos  artigos.

Trata-se do Empreendedorismo Colaborativo.

A velha história do “juntar forças para vencer”.

Pequenas empresas tem se apoiado cada vez mais em outras pequenas empresas afim de desenvolver pacotes de serviços que atendam a demanda do mercado,de forma colaborativa e competitiva.

Um exemplo:
A minha empresa desenvolve soluções web. Sites, Sistemas, Marketing Digital, Gerenciamento de Redes Sociais. Todos os clientes também precisam de materias gráficos,ou seja, cartões, folders, papel timbrado e tudo o mais que tange a midia impressa.

Através dessa necessidade, firmamos parceria com uma gráfica. Fizemos o site deles, as midias sociais, em troca, fizeram nosso cartão de visitas, nosso material gráfico. E hoje, cada cliente que busca um serviço nosso, tem por opção um pacote completo que inclui midia impressa.

Tudo isso feito atraves do Empreendedorismo Colaborativo. Da mesma forma, a gráfica também oferece serviços web aos seus clientes. E sempre que há interesse, nos procuram!

Trocar serviços. Agregar soluções.

Num mercado extremamente competitivo você tem que estar preparado para disponibilizar o que seu cliente quer!

Muitas das vezes ocorreu que um cliente chegou até nós querendo apenas um cartão de visitas. Repassamos o serviço à grafica parceira, porém, intermediamos todo o processo. O cliente ficou satisfeito, e quando precisou de um site não pensou duas vezes. Veio até nós e nos contratou.

Recentemente fechamos uma parceria com uma empresa de hospedagem de sites. Agora oferecemos desenvolvimento de Sites MAIS hospedagem inclusa no pacote.

Atraves dessas parcerias é possível ampliar o ramo de atuação.

Nem que os ganhos sejam menores, mas pelo menos, você encontra-se em funcionamento e desenvolvendo algum trabalho.

Empreendedorismo Colaborativo significa Unir Forças para Vencer.

Outro caso recente:

Um escritório de contabilidade nos procurou para desenvolvermos o site e as midias sociais dele.

Fizemos além. Trouxemos esse escritório como parceiro. Hoje eles cuidam da nossa contabilidade, e se algum cliente nosso precisar de orientação na área, nós indicamos.

Empreendemos em conjunto.

Sem dúvida alguma, existe uma empresa de outro ramo de atuação que pode colaborar para seu crescimento via troca de serviços.

Note bem: não se trata de permuta, e sim de colaboratividade.

Juntamos serviços para oferecer um pacote abrangente de soluções aos clientes.

E muitas vezes, o que o cliente precisa é tem apenas uma empresa cuidando de suas necessidades. Assim fica mais fácil centrar os esforços e o orçamento para desenvolvimento.

“Nada melhor do que saber que com apenas UM investimento mensal eu tenho todo o suporte que preciso para fazer meu negócio caminhar.”

Empreender de forma Colaborativa é isso.

Procure empresas parceiras de negócios. Outros ramos que podem te ajudar a oferecer um leque maior de soluções. Mesmo que os lucrios sejam menores. Por vezes você vai ganhar apenas uma porcentagem do serviço oferecido, mas valerá a pena, pois sua empresa estará em movimento.

Somos todos desenvolvedores de soluções e acima de tudo, vendedores.

E porque não vender outros serviços agregados aos nossos?

Uma das saídas para a crise é justamente juntar forças para empreender.

E isso vai desde dividir o mesmo espaço de trabalho (co-working) até oferecer serviços variados (Empreendedorismo Colaborativo).

Empreenda em grupo. Mantenha seu polo, sua identidade, sua meta e seu foco, mas esteja preparado para oferecer outros serviços que não os seus.

Procure empresas, empresários e negócios locais que possam agregar serviços. Firme parcerias. Todos divulgam, todos vendem!

Junte forças para empreender!

Este é o caminho!

 

Artigo publicado originalmente na nossa coluna semanal no portal Negócios & Carreiras

Esteja preparado para Empreender!

Em meados de 2015, li uma pesquisa que apontava as principais tendências para Empreendedorismo em 2016.

O Texto versava sobre o “andar da Carruagem” da internet e suas prováveis ramificações para o ano seguinte (no caso, este ano!).

Comecei a notar já desde o ano passado uma convergência para essas “previsões”, e me adiantei em orientar os meus clientes a estarem sintonizados, preparados e atentos à essas mudanças.

Vamos avaliá-las:

Análise em 2015:

– Conteúdo como forma de divulgação. Adequação de sites

Investimento em geração e distribuição de conteúdo em sites e redes sociais, reafirmando as estratégias de marketing para empresas, sobretudo de pequeno porte.

Analise em 2016:

O Google não indexa mais sites não responsivos e o conteúdo é mais do que importante na execução de projetos

Análise em 2015:

– Otimização do tempo com aplicativos ou processos

Com o crescimento do acesso móbile à Internet o crescimento de aplicativos que aperfeiçoarão a utilização do tempo em afazeres domésticos ou mesmo no trabalho será crucial para empreendedores e profissionais que cada vez mais buscarão agilizar o trabalho para que possam viver a vida.

Análise em 2016:

Surgimento de diversas ferramentas de apoioe otimização de tempo, novas opções de comunicação (WhatsApp, Instagram, Skype tem se firmado em muito)

Análise em 2015:

– Relacionamento das marcas com o público

Não é novidade que as redes sociais se afirmaram no mercado e deixaram de ser coisa de adolescentes com tempo extra. Hoje grandes profissionais se utilizam das redes sociais para trabalhar, divulgar seus serviços ou produtos, bem como fazer negócio.

Análise em 2016:

Quanto mais perto uma marca possa estar de seu público nas redes sociais, mais poderá crescer e se manter perante seus concorrentes.

Análise em 2015:

– Diferenciação de mercado

Quem sobrevive em meio a crises econômicas é quem se diferencia do mercado. Para isso, nada mais importante do que melhorar os processos e principalmente oferecer mais pelo mesmo preço para que o cliente tenha certeza de que seu capital investido valerá a pena e ele terá o retorno do investimento feito.

Análise em 2016:

É necessário ser criativo para se manter no mercado.

Esses tópicos levantados pela pesquisa, nos mostram quão preparados devemos estar.

Quem empreende deve ser o primeiro a se “antenar”. É aquele quem apresenta as novidades ao seu cliente.

Portanto, quando seu cliente se der conta das novidades que estão pulsando no mercado, esteja preparado para atendê-lo em todas essas esferas.

Empreender também é orientar. E acima de tudo,estar preparado

 

Artigo da nossa Coluna Semanal no Portal Negócios e Carreiras