2008: O amadurecimento do Mobile Marketing

Apesar de ainda não existirem guidelines “oficiais” para os bons processos e práticas em campanhas de mobile marketing no Brasil, é possível listar alguns tipos de campanha que podem ser veiculadas no novo veículo. Com o crescimento constante das vendas de aparelhos celulares mais sofisticados, a chegada da tecnologia 3G e a integração com a TV Digital – quando houver -, a consolidação do mobile marketing como alternativa de publicidade é apenas uma questão de tempo.È preciso lembrar que este é apenas um guia – muito material ainda vai ser escrito sobre estes formatos. Comece a se familiarizar, portanto. E não se esqueça: as campanhas de mobile marketing funcionam melhor se integradas com outros veículos. Dito isso, aqui vão:

Campanhas com SMS: a grande vedete das campanhas móveis, por serem baratas, compatíveis com qualquer aparelho disponível no mercado e realmente captarem a atenção do destinatário. Podem ser pagas ou não pelo consumidor, e servem também com um poderoso instrumento de relacionamento – desde, é claro, que se tomem cuidados com seu sistema de opt-in.

Campanhas com MMS: mensagens que incluem arquivos de mídia, como imagens, áudio e vídeo. Em mercados mais avançados, são utilizadas para oferecer, por exemplo, demos de mobile games. Espera-se um salto no uso deste tipo de mensagem a partir dos próximos meses. No entanto, o princípio do opt-in também se aplica aqui.

Campanhas “per-per-click”: sim, links patrocinados também encontram seu lugar dentro do mix de comunicação mobile. Funcionam da mesma forma do que na internet: Google e Yahoo já fornecem soluções de links patrocinados via mobile, e a Microsoft também se prepara para ingressar neste promissor mercado, com a compra da rede especializada em publicidade móvel Screen Tonic, de origem francesa.

“Ad networks” móveis:
num formato bastante parecido com o existente na internet, também haverá a possibilidade de anunciar através das redes segmentadas de anúncios, que oferecem um targeting preciso. Entre os provedores deste tipo de serviço mais famosos estão Ad Mob, Enpocket e Mobile Posse, todos atuando nos mercados europeu, asiático e norte-americano. Um uso muito comum destas redes é por parte dos vendedores de conteúdo (companhias que vendem ringtones, games, serviços e aplicativos), que encontram nelas a possibilidade de anunciar seus produtos e serviços com resultados bastante positivos.

Serviços de localização:
embora muitos tenham dúvidas a respeito da questão do opt-in, as campanhas de localização, que oferecem anúncios e promoções específicas para usuários que estejam circulando perto de lojas que utilizam este tipo de campanha, é um dos aplicativos de publicidade mais falados. No entanto, ainda será preciso aperfeiçoar o sistema de targeting, a fim de não aborrecer aqueles usuários que realmente não queiram ser importunados por ofertas especiais enquanto estão fazendo suas compras no shopping center.

Conteúdo patrocinado:  Para consultorias como o Gartner, este modelo de anúncio será o mais utilizado em pouco tempo. Ele é útil porque vai combinar estudos do perfil dos usuários com o tipo de conteúdo que os interessa, e este conteúdo será acessado juntamente com algum tipo de publicidade. Sabendo-se que serviços móveis especializados em música, jogos e TV estão entre os mais populares, é fácil imaginar as possibilidades que se abrem.

As possibilidades são muitas, mas ainda cabe algum estudo e muita informação para saber como adequar as campanhas em mobile marketing para as necessidades de sua empresa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s