12 qualidades dos grandes empreendedores e líderes

Pequenas e simples atitudes no dia a dia podem te ajudar a conquistar as pessoas

Se você deseja se tornar um grande líder, precisa ser diferente das outras pessoas. É importante ter atitudes positivas que ganhem destaque e conquistem todos ao seu redor.

Essa lista feita por Lolly Daskal, consultora internacional na área de liderança, mostra quais são as principais qualidades dos maiores líderes do mundo:

Dar valor
As pessoas precisam sentir que fazem a diferença. Grandes líderes mostram para a sua equipe que todos têm igual importância no andamento da empresa.

Conheça as pessoas
Passe um tempo conversando com as pessoas do seu ambiente de trabalho.  Escutar o que elas têm a falar é muito importante. Quanto mais conexões você criar, mais sua equipe vai se fortalecer.

Seja honesto e transparente
Sempre diga a verdade para as pessoas. Mostre que você não tem medo de contar as coisas mesmo quando tudo está dando errado.

Aceite a culpa
Aceite quando você errar em alguma estratégia ou ação. Não dê desculpas ou tente dividir a culpa.

Divida o crédito
Os maiores líderes sabem que sozinhos não conseguem fazer nada sozinho. É preciso ter uma equipe para ajudar até mesmo nas tarefas mais simples. Todos fazem parte do processo. Portanto, divida com cada pessoa o crédito pelo seu sucesso.

Escute
Tenha certeza de que vocês tá dando atenção, afirmação e apreço para as pessoas ao seu redor. Nunca ignore aquilo que dizem para você.

Delegue responsabilidades
As coisas realmente funcionam bem quando você divide tarefas com as pessoas. Delegar não significa abrir mão para que alguém faça para você, mas sim acompanhar os processos, opinar e ajudar quem está encarregado da tarefa.

Aprecie o talento
Grandes líderes estão sempre procurando talento nos outros e incentivando suas habilidades.

Desafie
Lembre-se que as maiores ideias nascem em situações de desconforto. Grandes progressos acontecem quando você permite desafios para si mesmo e para os outros.

Faça as pessoas se sentirem importantes
Investir tempo e dinheiros no crescimento e aprendizado dos seus funcionários é extremamente importante. Em longo prazo, os custos serão menores do que os de manter uma equipe despreparada.

Inspire
Incentive as pessoas a fazerem o melhor trabalho possível. Mesmo que elas ainda não saibam o potencial que têm.

Crie espírito de equipe
Uma equipe unida é a chave para o sucesso futuro. Os melhores líderes não são os que detêm todo o poder, mas sim aqueles que têm habilidade de dividir tarefas com todas as pessoas.

Para ganhar a simpatia das pessoas, você precisa se envolver nos projetos, oferecer ajuda, criar motivação e dividir tarefas.

 

Via: PEGN/ Alternativaa

10 lições de empreendedorismo de Steve Jobs

O fundador da Apple deixou ensinamentos atemporais para quem quer inovar sempre

Em qualquer lista dos maiores empreendedores de todos os tempos, lá estará Steven Paul Jobs. Para o mundo: Steve Jobs. E para as pessoas mais próximas, simplesmente Steve. Assim como como qualquer grande físico ou arquiteto precisa estudar os maiores físicos ou arquitetos da história, empreendedores poderiam adotar a mesma linha. O próprio Jobs fazia isso. Era fascinado por Thomas Edison, da GE, Henry Ford, da Ford, e Edwin Land, da Polaroid, por exemplo. Com Edison, aprendeu o papel da inovação para o desenvolvimento de uma empresa; com Ford, sobre como levar inovações para as massas; e, com Land, sobre como ficar atento para que a inovação não seja a causa mortis da empresa.

Mesmo os que conhecem muito pouco sobre Jobs ficam impressionados com a sua capacidade de se expressar por meio de frases de impacto. A seguir, reuni dez lições que qualquer empreendedor pode utilizar no seu dia a dia e no seu negócio.

1. “Todas as coisas que estão ao seu redor e que você chama de vida foram criadas por pessoas que não eram mais espertas que você.” Não entenda mal. No contexto em que que foi dita, essa frase quer dizer que qualquer pessoa pode criar algo, já que sempre haverá pessoas que não sabem que podem ou não querem fazer aquilo. A imensa maioria dos empreendedores não eram prêmios Nobel do mundo, dos seus países, sequer da sua turma. Mas foram lá e fizeram.

2. “Alô… É o Bill Hewlett da Hewlett-Packard?” Sim. “Estou montando um frequencímetro para um trabalho escolar e precisava de algumas peças…” Jobs tinha 12 anos quando ligou para Bill Hewlett, cofundador da HP e um dos empresários mais importantes dos Estados Unidos naquele momento. Ele não só conseguiu as peças como arrumou um estágio de férias e se tornou amigo de Bill e seu sócio Dave Packard. Peça e receberá!

3. “Quando tinha 17 anos, li uma frase que dizia algo como: ‘Se viver cada dia como se fosse o último, um dia estará certo’. Isso me impressionou muito e, nos últimos 33 anos, me olho no espelho todas as manhãs e me pergunto: se hoje fosse o meu último dia, eu gostaria de ter feito o que farei hoje? Se a resposta é ‘não’ por muitos dias seguidos, eu sei que preciso mudar algo.” Se existe algo que me irrita são pessoas que reclamam do seu trabalho pois não se orgulham do que fazem. O que foi dito por Jobs deveria estar impresso no espelho do nosso banheiro para ser lido todas as manhãs.

4. “Um grande marceneiro não vai utilizar madeira vagabunda para o fundo de um armário, mesmo que ninguém veja.” Um grande produto, serviço, empresa ou mesmo pessoa está nos detalhes. Não dá para ser excelente na aparência e sofrível nos detalhes. Cedo ou tarde, ficará claro que aquilo é ruim ou, pior, é medíocre. E tudo o que é medíocre é esquecível e, consequentemente, é invisível. Se for fazer, faça muito bem-feito.

5. “Os botões do Mac OS são tão bem-feitos que você vai querer lambê-los.” Se você tem um equipamento Apple, sabe o que Jobs queria dizer com essa frase. Mais do que bonito, tudo é belo e harmônico. E a beleza não está apenas na aparência, mas em como o produto é percebido. As primeiras caixas do iPod deveriam dar a mesma sensação de estar abrindo uma caixa de joias, daí um pequeno vácuo que se forma para induzir que a caixa seja aberta em câmera lenta. O excelente também deve ser belo!

6. “Criatividade é só conectar coisas. Quando se pergunta a pessoas criativas como fizeram aquilo, elas se sentem um pouco culpadas pois não fizeram aquilo, só vislumbraram algo novo a partir da combinação de experiências que já tinham vivenciado.” Essa frase resume a genialidade reconhecida em Steve Jobs.

7. “Picasso tinha um ditado que afirmava que artistas bons copiam, e grandes artistas roubam. E nós nunca sentimos vergonha de roubar grandes ideias. Tudo se resume a tentar se expor às melhores coisas que os seres humanos fizeram e, depois, tentar trazer essas coisas para o que você está fazendo.” Se a frase anterior resume, essa explica de onde vinha a genialidade de Jobs.

8. “Seu tempo é limitado, assim, não o perca tentando viver a vida de outra pessoa. Não seja ludibriado por crenças daquilo que é viver de acordo com o que outras pessoas pensam. Não permita que o barulho das opiniões alheias cale a sua voz. E o mais importante, tenha a coragem de seguir o seu coração e a sua intuição.” Uma lição para todos os que querem ser o próximo Steve Jobs. Não precisamos de um novo Steve Jobs.

9. “Continue com fome. Continue ingênuo.” Talvez seja a lição mais difícil de ser aplicada pelos empreendedores. Continue querendo aprender coisas novas, mas aberto às novidades. Achar que já sabemos tudo não é ingenuidade, é ignorância.

10. “Ser o homem mais rico do cemitério não é importante para mim. Ir para a cama todas as noites dizendo que fizemos algo extraordinário… isso é o que importa para mim.” Foi a última lição de Jobs e a que o colocou na lista dos maiores empreendedores de todos os tempos.

 

Via: PEGN/ AlternativaA

15 ferramentas úteis para quem empreende sozinho

Nem todo mundo pode contratar pessoas no começo da empresa. Confira aplicativos que facilitam a vida de quem tem uma “euquipe”

 

Os donos de pequenas empresas, em muitos casos, têm uma verba um tanto apertada. Até por isso, muita gente prefere trabalhar sem nenhum colaborador. É claro que nem sempre isso é possível. No entanto, dependendo da atividade do empreendedor, é possível tocar o negócio com a ajuda do telefone e da internet.

A internet, aliás, não serve apenas para conectar pessoas. Há uma série de aplicativos que auxiliam efetivamente a gestão de uma empresa. Boa parte deles é gratuita. Confira:

Para eliminar a papelada
Se uma pessoa trabalha sozinha, é de se supor que ela não trabalha em um espaço muito grande. No entanto, conforme o tempo vai passando, a papelada se acumula e pode ocupar todo o escritório. Para evitar que isso aconteça, o melhor é digitalizar tudo. Há uma série de ferramentas que fazem isso. Com o ZeroPaper e o ContaAzul, é possível gerir diversos aspectos da administração de uma empresa – como controlar estoques e o fluxo de caixa, por exemplo – e escanear documentos. Com eles, sua mesa terá muito mais espaço.

Para não perder o que está no seu computador
Ao digitalizar todos os documentos, você elimina a papelada. Mas e seu computador e todos os seus backups pegarem fogo? Para que você não perca os dados, é importante contar com a computação em nuvem. Com um sistema do tipo, seus arquivos ficam em servidores na web e podem ser acessados de qualquer lugar. São três os serviços mais usados: o OneDrive, da Microsoft, o Drive, do Google, e o Dropbox.

Para você não se esquecer de nada
A secretária pode ser a melhor amiga de um executivo. Só que, infelizmente, nem sempre empreendedores têm uma. Para evitar que sua memória falhe e você perca compromissos, use o Evernote. Com o aplicativo, é possível fazer anotações, tirar fotos, criar listas de tarefas, digitalizar cartões de visita, gravar lembretes de voz e organizar todas essas informações, gratuitamente, em um banco de dados que pode ser acessado do seu computador, celular ou até mesmo do website da ferramenta.

Para ninguém roubar seus dados
Nem todo mundo dá o valor devido às senhas. O problema é que, ao escolher algo óbvio demais, o empreendedor coloca toda a sua empresa em risco. Com o 1Password, invasões se tornam mais improváveis. A ferramenta é um gerador de senhas automático. E não precisa ter medo de perder as palavras de acesso, pois o próprio aplicativo salva todas as combinações.

Para chamar táxis e motoboys
Quem tem uma “euquipe” precisa ir a várias reuniões rapidamente e enviar documentos para clientes. Na hora de chamar um táxi de forma rápida, vários aplicativos podem ser úteis: procure por plataformas como Easy Taxi e 99Taxis. Quando o problema for a falta de um motoboy, aposte no VaiMoto ou no 99Motos.

Para aumentar a produtividade
Por mais que você trabalhe muito, pode ser que seu tempo não esteja sendo aproveitado da maneira correta. Com o Rescue Time, você pode saber quanto tempo você passou fazendo diversas atividades, úteis ou não. Com a ferramenta, é possível ainda bloquear sites por um determinado tempo.

Movimento Empreenda
O Movimento Empreenda é uma iniciativa da Editora Globo para encorajar e capacitar o empreendedor brasileiro. Com o aplicativo oficial do Empreenda, é possível acessar um “funil de ideais”, que ajuda na escolha pela melhor área para abrir a empresa. Também é possível montar um modelo de negócios simplificado e direto.

Além disso, o Movimento Empreenda lançou duas ferramentas interessantes para microempreendedores: o MAT – Plano de negócios simplificado e a Planilha de projeção de resultados para empreendedores individuais. Confira-as neste link.

Conheça 10 tecnologias que os Jetsons previram há 50 anos

Os Jetsons imaginaram um futuro onde a alta tecnologia fazia parte do cotidiano da humanidade. Muitas tecnologias presentes no desenho da década de 60 se tornaram realidade nas décadas seguintes. Confira quais tecnologias os Jetsons previram:

É difícil de acreditar, mas George Jetson, seu filho Elroy, a filha de Judy, Jane, sua esposa – e Astro, nosso cão espacial favorito fizeram previsões tecnológicas bastante próximas do que encontramos atualmente.  Os Jetsons foi produzido pela Hanna-Barbera e exibido originalmente entre 1962 e 1963.

De lá para cá, muitas tecnologias que estavam no desenho surgiram e outras ainda ficam somente na imaginação dos fãs da animação. Você vai conferir agora as 10 tecnologias que se tornaram realidade e que foram previstas pelos Jetsons

Robôs

14

Rosie, a empregada, é um robô e robôs eram usados regularmente na série para completar as tarefas diárias, como cozinhar e limpar e ajudar os personagens a se vestir.

Atualmente já existem robôs que pode andar, falar e interagir com os humanos. Esses dispositivos estão se tornando mais populares quando se trata de limpeza também, particularmente com aspiradores robóticos como a iRobot Roomba.

Câmara de bronzeamento

12

Em um dos episódios, um rico empresário utiliza sua cama de bronzeamento pessoal.  As verdadeiras camas de bronzeamento pessoais foram introduzidas em 1978 – mais de uma década depois da exibição deste episódio.

Viagens para a lua

16

Passear na lua não era grande coisa, e em um dos episódios o pequeno Elroy vai para lá em uma viagem de escoteiros.

Atualmente empresas estão trabalhando para começar a oferecer “voos suborbitais”; já a NASA é parceira da SpaceX, de Elon Musk, para missões comerciais. Há também um porto espacial no Novo México que recebe turistas que desejam ir ao espaço.

Carros voadores

17

De acordo com o desenho, no futuro nós não dirigiríamos em estradas, mas no ar – em pequenos carros aéreos com painel de visão em formato de bolha.

Atualmente diversos engenheiros vêm tentando chegar lá por várias décadas, e como a Popular Mechanics relatou, estamos mais perto do que nunca. O último modelo do gênero que foi produzido é o Terrafugia Transition, que pode chegar até a 62 mph na estrada, com as rodas traseiras impulsionadas horizontalmente por um motor de quatro cilindros Rotax 100-hp. É claro que o preço é exorbitante, algo em torno de US$ 230.000.

Vídeo chat

13

Em vez de simples telefonemas, os personagens eram regularmente vistos usando um “videochat”, seja Jane falando com sua família ou George recebendo uma ligação indesejada do Sr. Spacely.

Nesta área, parece que já superamos as expectativas dos Jetsons. Ferramentas de vídeo chat, tais como Skype, Google Voice, FaceTime e Logitech são regularmente utilizadas para negócios e em casa. E o melhor: sua utilização não se limita a um único monitor, mas pode também ser usado a partir de dispositivos móveis. Para muitos, seria difícil imaginar a vida sem ver colegas e entes queridos falando com você em tempo real.

Cidades flutuantes

18

Os edifícios na era dos Jetsons não estavam perto do chão; eles podiam ser levantados abaixo ou acima das nuvens, como uma forma de lidar com mudanças climáticas.

Cidades flutuantes de hoje não estão sendo vislumbrada no ar, mas como prédios que flutuam sobre o mar aberto. No entanto, mesmo não estando em uso ainda, protótipos estão sendo construídos com o objetivo de futuramente ajudar a lidar com a superlotação nas cidades em terra.

O vestido elétrico da Jane

21

Em um episódio, Jane compra um vestido que pode ser iluminado se for conectado a uma tomada.

Ela fez um vestido de carne, usou óculos 3-D e tablóides de jornal como roupa, e fez um vestido de bonecos do personagem Kermit, de Os Muppets. Então é claro que Lady Gaga também usou um traje que se iluminava. Bem, na verdade a roupa dela era equipada com seios pirotécnicos, isso conta?

Clonagem

19

George decidiu que, com a ajuda da ciência, ele criaria outro George para ir ao trabalho enquanto ele próprio ficaria em casa relaxando.

Foi na época dos Jetsons que a clonagem humana passou a ser debatida como uma possibilidade real, e várias leis ao redor do mundo baniram a prática. Cães e ovelhas foram clonados e há muito interesse em trazer de volta à vida, a partir de células intactas, animais extintos, como o mamute.

Transporte de tubo a vácuo

20

Ao invés de usar elevadores ou subir escadas, no desenho os trabalhadores eram sugados por um tubo a vácuo super rápido.

Como carros voadores, sistemas de tubos eram algo com o qual se sonhava na época dos Jetsons, e alguns engenheiros passaram a esboçar transportes que utilizariam esse tipo de tecnologia. Em 2012 equipes dos EUA e da China trabalharam sobre o conceito de transportadores, desenhados para funcionar através de túneis que teriam tido todo o ar sugado para fora.

Agora, os cientistas estão prevendo que esses tubos poderiam, teoricamente, atingir velocidades de até 2.500 quilômetros por hora. Isso faria o trajeto da América do Norte para a Europa apenas 60 minutos em vez de seis horas de avião.

Tablet

11

O TeleViewer era uma tela com o único propósito de oferecer notícias em um formato semelhante ao papel de jornal. Nele era possível ver imagens em movimento (mídia incorporada) e oferecia ao leitor uma experiência mais interativa e multi-dimensional. Em essência, o TeleViewer era um tablet.

5 dicas para conquistar o primeiro cliente – e fazer seu negócio decolar de verdade

Não adianta ter um projeto e não conseguir alguém que pague pelo que você oferece

 

Para manter uma empresa funcionando, não há muito jeito: é preciso ter clientes. Só que, ao contrário do que possa parecer, esse panorama vem mudando nos últimos tempos. E isso não é um bom sinal. A opinião é de Diana Kander, empreendedora e professora americana. Diana afirma que, junto com o empreendedorismo digital, surgiram projetos com foco cada vez menor na busca por consumidores. Segundo ela, há uma tendência muito forte, principalmente em startups, de ir atrás de aportes ou ganhar dinheiro por meio de modelos de monetização mirabolantes demais.

Nada contra startups que conseguem o sucesso por vias heterodoxas. Só que elas não são maioria. Para a americana, o essencial é que os empreendedores vão atrás o consumidor – e se um aporte eventualmente aparecer, melhor ainda.

Ao conquistar o primeiro cliente, seu negócio sai do campo das ideias e vira uma realidade. Em artigo no site da revista “Entrepreneur”, Diana listou dicas para quem quer encontrar alguém que pague por seu produto ou serviço:

1. Conecte-se
Para a especialista, ter contatos é o primeiro passo para construir uma base de clientes. Mas não é preciso pegar o telefone e ligar para completos desconhecidos. Um bom começo é recorrer a conhecidos. Eles podem levar o empreendedor a conhecer pessoas que podem querer seu produto ou serviço. Quando começou a empreender, Diana pediu que seus contatos a apresentassem a cinco outros clientes em potencial. Dessa forma, ela criou uma lista de prospecção bastante boa.

2. Seja um stalker
Ao marcar uma reunião com um eventual cliente, seja um típico stalker. Tente “fuçar” a vida dessa pessoa. As redes sociais são ótimas para isso – especialmente o LinkedIn. Na página, você pode encontrar informações sobre seu contato e usá-las no encontro.

3. Saiba responder
Quem está começando um negócio não tem muitos clientes e não empreende há muito tempo. É impossível negar isso. No entanto, é possível dar respostas que minimizem sua falta de traquejo. Alguém pode perguntar “quantos clientes você tem?” ou “há quanto tempo você empreende?”. Uma boa dica é contornar a situação com repostas como, respectivamente, “95% de todos que já trabalharam comigo recomendaram a empresa aos amigos” e “tenho uma longa experiência na iniciativa privada e recentemente decidi trazer a qualidade do meu trabalho aos pequenos negócios.”

4. Firme parcerias
Outro problema de quem está começando: como conseguir credibilidade se ninguém conhece a sua empresa? Um bom caminho é firmar parcerias. Marque reuniões com empresas consolidadas e tente vender a eles a qualidade de seu produto ou serviço. Uma recomendação de uma startup mais conhecida pode levar bastante gente à sua lista de prospecção.

5. Vire um especialista
Quem não tem uma base de clientes precisa convencer os clientes em potencial de alguma maneira. A melhor delas, segundo Diana, é útil tanto para quem não gosta de vendas quanto para quem tem um certo traquejo: estude sobre o produto ou serviço que sua empresa oferece. Tenha na ponta da língua todas as especificações do que você vende. Imagine que perguntas podem ser feitas a você e pense em respostas.

Vale ressaltar que mentir está fora de cogitação. Seu negócio tem um ponto fraco? Tente fortalecer seus pontos fortes. Assim, muito provavelmente você vai transformar seu projeto em uma empresa, de acordo com Diana.

Via: PEGN