A triste decisão de desistir… e recomeçar do Zero!

Quando é a hora de abrir mão de tudo e recomeçar? Esta é uma decisão unicamente baseada nas circunstâncias que envolvem Resultados e a maneira como eles afetam a vida de quem empreende.


Quem empreende sabe muito bem dos riscos que compreendem e proporcionam, ou não o êxito do empreendimento. Empreender é mais do que montar seu próprio negócio. Na maioria das vezes é tirar seus sonhos do papel.

Para o êxito da ideia, nós, os empreendedores não medimos esforços. Afinal, são anos de planejamento e inumeráveis dificuldades a serem superadas. Mas, após esgotar-se o ciclo Planejamento, Execução, Adaptação, Teimosia, Persistência e Resultados, é chegada a hora da avaliação: Deu certo? Vale a pena continuar?

Esta é uma análise constante que, em pequenas proporções, deve ser feita diariamente afim de que possamos mensurar os resultados de nossas ações e adotarmos estratégias diversificadas para continuarmos em frente. No entanto, a longo prazo, no Macro Cosmo, se faz necessária a tomada de decisão final: Continuar, ou desistir e recomeçar do zero?

A maioria dos empreendedores já teve que tomar essa decisão. E se você se encontra neste momento, saiba: você não é o único.

É uma decisão unicamente baseada nas circunstâncias que envolvem Resultados e a maneira como eles afetam a vida de quem empreende.

Cada um sabe do esforço, do empenho, das horas de sono, do investimento e dos resultados colhidos no período em que empreendeu até então. É isso que deve ser levado em conta antes da decisão.

Porém, desistir, neste caso, não significa fracassar. Significa, antes, que o empreendedor tem visão crítica e soube avaliar se o negócio vingou ou não. No caso de não ter dado certo, a teimosia  e a persistência não se aplicam mais. É necessário voltar à mesa de projetos e recomeçar.

Juntar o que sobrou, recarregar as baterias e partir para outra. Sonhos, todos temos. Persistência e vontade de fazer acontecer não nos faltam. Porém, é preciso ter discernimento para enxergar o que deu certo, o que dará e o que não se pode mais dar continuidade.

Onde não puder frutificar, não se demore. Existem, outras oportunidades que podem ser exploradas.

 

Anúncios