Circuito Startup – São Paulo

start

Garanta sua vaga no primeiro Circuito Startup do ano em São Paulo, dia 13 de janeiro. Participe do Startup Meetup, um super happy hour/encontro de empreendedorismo para ampliar seu networking. Obtenha ajuda de mentores e experts no Mentoring e aprenda sobre negócios/startups no Talk.

Uma excelente oportunidade para ampliar sua rede de contatos, conhecendo pessoas com novas ideias, negócios inovadores ou mesmo investidores à procura de talentos.
Clique e Saiba Mais [+]

Curta de Animação – O Farol

Uma animação sensacional, vencedora de 27 prêmios.
Sutileza nos traços e caprichada na trilha sonora!

Vale a pena ver e se emocionar…

O farol da vida continua aceso!

É tudo culpa dela!

É tudo culpa dela fala sobre os acontecimentos do Brasil e do mundo , com um pouco de esportes , humor , informação , amor ,cinema e etc. Ou seja nada mais nada menos que um pouquinho de tudo .

tcd

É tudo culpa dela!
Vale a pena dar uma conferida e curtir 🙂

Adeus, Glauco!

Do uol:

O cartunista Glauco Villas Boas, 53, e seu filho, Raoni Villas Boas,25 , foram mortos a tiros na madrugada de sexta-feira (12), em Osasco (SP).  A polícia investiga se Glauco, como era conhecido, foi vítima de tentativa de assalto ou sequestro em sua residência na Estrada Alpina, no bairro Jardim Santa Fé.

Glauco é conhecido por suas charges publicadas desde 1977 no jornal Folha de S.Paulo. Criador de personagens como Dona Marta, Zé do Apocalipse, Doy Jorge, Geraldinho e Geraldão, seu ingresso no jornalismo se deu nos anos 70, graças ao jornalista Hamilton Ribeiro, que dirigia o “Diário da Manhã”, em Ribeirão Preto, e tirou o paranaense da fila do vestibular para Engenharia.

Alguns anos mais tarde, em 1976, a premiação no Salão de Humor de Piracicaba abriu as portas do jovem cartunista para a grande imprensa. Em 1977, Glauco começou a publicar suas tiras esporadicamente na Folha de S. Paulo. A partir de 1984, quando a Folha dedicou espaço diário à nova geração de cartunistas brasileiros, Glauco passou a publicar suas charges periodicamente.

Leia a notícia na íntegra aqui

N.E.: Lamentável. Eu sempre acompanhei o trabalho do cartunista Glauco, e inclusive, ele foi uma grande influencia para os meus desenhos… Mais um reflexo da violência e atitudes eversivas da nossa sociedade…

 

Maurício de Sousa no Roda Viva

Sensacional a entrevista de Maurício de Sousa, o Walt Disney Tupiniquim, neste domingo, para o Roda Viva da TV Cultura.

Entre outras coisas, ele mostrou porque seu produto é um sucesso: Pela sua visão empresarial.

Explicou o porque da Turma da Mônica ter se tornado adolescente numa série paralela, falou de temas como homossexualismo, drogas, perda da virgindade, e outros “tabus” que pretende abordar nas próximas revistas.

Num dos trechos que mais me chamou a atenção, MS declarou que para manter sua equipe de roteiristas inteira, aumentou o salário (!) e orientou a equipe (um por um) no sentido de que cada um achasse um lugar longe do trânsito, alugasse uma casa, e se encontrassem apenas uma vez por semana. O trabalho todo seria feito via internet.

“Existe uma tecnologia que nos permite economia de tempo e custo. Porque não aproveitá-la?” Conclui Maurício, demosnstrando porque está em cerca de 70 países, divulgando seu produto.

Com essa visão, será difícil conter o avanço da MS produções.
Que venha a Disney/Marvel!

Assinsta na íntegra aqui:  Roda Viva