Sou Ágil ou sou Rápido?

Oferecer uma solução satisfatória requer preparo, empenho, capacitação e planejamento, onde as avaliações são métricas essenciais para se chegar a uma solução que atenda às demandas do cliente. E isso leva tempo.

 

Vivemos em tempos de absoluta correria. A dinâmica das respostas rápidas nos obrigam a tomar decisões rápidas e assertivas. Estamos acostumados a encontrar soluções “num clique”.

No entanto, em termos de planejamento operacional, esta rapidez pode não ser benéfica.

Se por um lado o Cliente tem pressa, por outro o Fornecedor tem que estar preparado para atendê-lo. Mas isso não significa que, num passe de mágica a solução se apresentará.

Quem empreende sabe dos riscos e custos operacionais para manter o projeto em andamento.

Oferecer uma solução satisfatória requer preparo, empenho, capacitação e planejamento, onde as avaliações são métricas essenciais para se chegar a uma solução que atenda às demandas do cliente. E isso leva tempo.

Não se trata de um produto exposto na prateleira, e sim, se uma análise minuciosa, caso a caso, onde através dela se chegará a um denominador comum: o resultado.

Não confunda rapidez com agilidade.

Rapidez é o que é feito às pressas, afim de atender ao Cliente imediatamente e não perder a oportunidade de Negócios.

Agilidade é oferecer uma solução ampla, visando, inclusive o pós venda, onde, embora se leve mais tempo para desenvolver, os resultados, a longo prazo serão mais satisfatórios.

Ser ágil é ser capacitado para desenvolver o ideal, leve o tempo que necessário for. É saber utilizar o conhecimento de forma a aplicá-lo em soluções que demandam planejamento estratégico.

Mas meu cliente quer a solução “pra ontem!”. 

Cabe a você convencê-lo de que ser rápido apenas combaterá a necessidade imediata, mas ser ágil, evitará essas emergências no futuro.

Claro, cada caso é um caso. Muitas vezes a solução rápida é o suficiente. Aqueles incêndios de de vez em quando temos que apagar com certa urgência. Por outro lado, após uma emergência “rápida”, se faz necessária uma análise “ágil”, onde mensurados os resultados, pode-se aplicar uma solução maior, melhor e mais eficaz.

Seja rápido quando necessário for, mas tenha em mente sempre ser ágil.

Estamos à disposição para consultoria em marketing digital e desenvolvimento de soluções para alavancar seu negócio. Precisando, fale com a gente: contato@alternativaa.com.br

Bons negócios e sucesso!
por: Edson Baeta

 

Anúncios

A triste decisão de desistir… e recomeçar do Zero!

Quando é a hora de abrir mão de tudo e recomeçar? Esta é uma decisão unicamente baseada nas circunstâncias que envolvem Resultados e a maneira como eles afetam a vida de quem empreende.


Quem empreende sabe muito bem dos riscos que compreendem e proporcionam, ou não o êxito do empreendimento. Empreender é mais do que montar seu próprio negócio. Na maioria das vezes é tirar seus sonhos do papel.

Para o êxito da ideia, nós, os empreendedores não medimos esforços. Afinal, são anos de planejamento e inumeráveis dificuldades a serem superadas. Mas, após esgotar-se o ciclo Planejamento, Execução, Adaptação, Teimosia, Persistência e Resultados, é chegada a hora da avaliação: Deu certo? Vale a pena continuar?

Esta é uma análise constante que, em pequenas proporções, deve ser feita diariamente afim de que possamos mensurar os resultados de nossas ações e adotarmos estratégias diversificadas para continuarmos em frente. No entanto, a longo prazo, no Macro Cosmo, se faz necessária a tomada de decisão final: Continuar, ou desistir e recomeçar do zero?

A maioria dos empreendedores já teve que tomar essa decisão. E se você se encontra neste momento, saiba: você não é o único.

É uma decisão unicamente baseada nas circunstâncias que envolvem Resultados e a maneira como eles afetam a vida de quem empreende.

Cada um sabe do esforço, do empenho, das horas de sono, do investimento e dos resultados colhidos no período em que empreendeu até então. É isso que deve ser levado em conta antes da decisão.

Porém, desistir, neste caso, não significa fracassar. Significa, antes, que o empreendedor tem visão crítica e soube avaliar se o negócio vingou ou não. No caso de não ter dado certo, a teimosia  e a persistência não se aplicam mais. É necessário voltar à mesa de projetos e recomeçar.

Juntar o que sobrou, recarregar as baterias e partir para outra. Sonhos, todos temos. Persistência e vontade de fazer acontecer não nos faltam. Porém, é preciso ter discernimento para enxergar o que deu certo, o que dará e o que não se pode mais dar continuidade.

Onde não puder frutificar, não se demore. Existem, outras oportunidades que podem ser exploradas.

 

EMPREENDA FÁCIL, PROJETO DA PREFEITURA DE SP, REGISTROU A ABERTURA DE 2 MIL EMPRESAS

Programa promete formalizar negócios em 7 dias, desde que o empreendedor já esteja com documentação em ordem

O prefeito de São Paulo, João Doria, fez um balanço do Empreenda Fácil. Lançado em 8 de maio, o programa promete baixar o tempo da abertura de empresas de 128 para 7 dias.  Desde a criação do projeto, 2 mil empresas foram registradas.

Há ainda uma fila de 30 mil solicitações de análises de viabilidade, quando o poder público determina se a atividade pretendida pode ser exercida no local desejado pelo empreendedor e outras 4 mil solicitações de registro.

De acordo com Doria, o programa é um exemplo para o país. “O impacto do projeto foi extraordinário e é um exemplo para outras cidades e uma referência internacional”, disse o prefeito.

De acordo com a prefeitura, para que o prazo de 7 dias seja cumprido, o empreendedor que deseja registrar um negócio deve estar com toda a documentação necessária para a criação da empresa.

A próxima etapa do Empreenda Fácil é expandir o programa para abertura de empresas de alto risco, fechar negócios, e alterar e regular o cadastro de empresas já existentes. “Estamos satisfeitos e confiantes com os resultados, mas cientes de que, por se tratar de um projeto complexo, pequenos ajustes precisam ser feitos”, diz o secretário municipal de inovação e tecnologia, Daniel Annenberg.

O Empreenda Fácil foi criado a partir da parceria da prefeitura com o governo estadual – por meio do auxílio de secretarias, da Junta Comercial de São Paulo e órgãos como Corpo de BombeirosVigilância Sanitária e Cetesb – e federal – com entidades como a Receita Federal e o Sebrae. Este último foi representado no evento desta sexta por seu presidente, Guilherme Afif Domingos.

Mais informações sobre o projeto e os documentos necessários para o registro podem ser encontrados no site do Empreenda Fácil.

Via: PEGN

Empreender sempre será um desafio. Quem não se adapta, não resiste!

Business-Hands-PC

Muitos empreendedores perdem o fôlego diante dos desafios propostos neste caminho, que é empreender!

Há alguns anos temos batido nesta mesma tecla: Empreender sozinho é quase impossível.

Sem contar com os fatores externos, como crise, falta de incentivo, concorrência desleal, entre outros, ainda existem os fatores internos. Estes são os que contribuem em muito para o ato difícil que é empreender.

Entre os fatores internos, destacam-se: Falta de visão ou estratégia definida, estrutura precária, negócios informais,  acúmulo de tarefas, baixo investimento em divulgação e marketing, entre tantos outros fatores impeditivos.

A falta de resultados aparentes, devido a esses fatores internos, resulta na desistência. Muitos empreendedores perdem o fôlego diante dos desafios propostos neste caminho, que é empreender!

A causa está evidente na falta de resultados! Ninguém persiste onde não colhe frutos! Mas para colhê-los, além da persistência, o empreendedor deve atentar para o fato de não empreender sozinho.

Deve buscar parcerias colaborativas para reduzir custos, agregar valor à marca ou serviço proposto, ter apoio emocional em tempos de crise e cercar-se de outras ideias, novas e promissoras. Não se trata de buscar sócios – se bem que esta é uma alternativa plausível – mas sim de estar receptivo e aberto à adaptar seu negócio à um mercado em constante evolução, onde em meio a parcerias estratégicas, possa alcançar:

  • Identificação de Oportunidades
  • Posicionamento da Marca
  • Definição de Estratégias de Marketing e Divulgação
  • Gestão Inteligente de Recursos
  • Resultados Satisfatórios

Empreender sempre será um desafio. Tanto é que apenas os empreendedores que se esforçam em adaptar-se é que – na maioria dos casos –  obtém sucesso.

Não existe uma fórmula mágica para empreender, no entanto, existem caminhos que facilitam o sucesso. Um deles, é se adaptar.

Quem não se adapta, não resiste!

Estamos à disposição para consultoria em marketing digital e desenvolvimento de soluções para alavancar seu negócio.  Precisando, fale com a gente: contato@alternativaa.com.br

Bons negócios e sucesso!
por: Edson Baeta

Vamos falar de Crescimento? Junte forças para crescer e empreenda sem medo!

empre

Muitos empreendedores tem medo da palavra Crescimento, pois ela automaticamente remete à grandes investimentos e expansão no sentido literal da palavra. Mas não é bem assim!

Quando falamos em crescimento, não nos referimos apenas à expansão dos Negócios, a contratar mais colaboradores, a alugar/comprar um espaço maior para seu escritório, ou sua empresa. Nos referimos a fixar uma marca no mercado, solidificando ações e diversificando serviços, que agreguem valor à seu empreendimento.

O crescimento que nos referimos neste texto é o Crescimento de Ações. 

O Empreendedor, por meio de parcerias, pode agregar valores à sua marca de maneira escalonada, obtendo ao longo de um período grandes resultados.

Se no primeiro ano das minha atividades eu tinha 5 clientes fixos, à partir do segundo ano, através de ações pontuais de divulgação e engajamento orgânico, passei a ter 10 clientes. Isso é Crescimento.

Se eu vendia 5 produtos por semana, agora vendo 7, pois passei a adotar métodos de marketing  que tem efeitos positivos nos meus negócios.

Sem dúvidas, num momento oportuno, será necessário adotar práticas de crescimento físico (aí sim no sentido literal de expansão), mas Crescimento pode ser conquistado de maneira gradual através de pequenas ações.

Junte forças para crescer. Empreenda de forma colaborativa. Faça Parcerias com outros empreendedores, agregando serviços ao seu negócio, diminuindo custos e gerando resultados.

Alie-se a quem empreende como você e juntos busquem soluções em comum.  Num mercado extremamente competitivo, não se empreende sozinho. 

Junte forças para crescer e empreenda sem medo! E quando ouvir a palavra “Crescimento”, tenha em mente a expansão de idéias e ações.

Estamos à disposição para consultoria em marketing digital e desenvolvimento de soluções para alavancar seu negócio.  Precisando, fale com a gente: contato@alternativaa.com.br

Bons negócios e sucesso!
por: Edson Baeta